1407 Views |  Like

Dicas de Londres por Luiza Bomeny

Vocês devem ter acompanhado pelo Instagram a viagem da Luiza para Londres no mês passado. Ela fez o curso de férias em Negócios de Moda no Istituto Marangoni e voltou cheia de dicas quentíssimas para dividir com a gente! Aqui vão elas:

A sede do Istituto Marangoni fica em Shoreditch, uma região super cool, na parte East de Londres. Para se hospedar próximo à escola, o Assam Place é a grande pedida. O prédio super moderno funciona como acomodação para estudantes do Marangoni.

Chegando em Londres, a primeira dica é comprar um chip inglês para o Iphone na loja da Apple, para poder se comunicar e registrar cada momento. Custa entre 15 e 20 libras e você pode ligar e acessar a internet sem se preocupar com a conta do roaming internacional!

photo 2

Passeios

Reuni tudo em um roteiro que pode ser feito em uma semana, perfeito para quem está fazendo um dos cursos do Istituto ou apenas passeando pela cidade que mistura a tradição e a vanguarda de uma forma única!

Domingo:

É o dia para andar pela região de Shoreditch, aonde estão as melhores feiras e mercados, programas imperdíveis para se fazer no domingo. Comece pelo Flower Market, que me deixou encantada com suas flores e lojinhas charmosas!  Continue o tour pelo mercado da rua Brick Lane e até o Spitalfields Market, um clássico.

photo 1

Flower Market

photo 23

Visita ao Brick Lane com as queridas alunas Juliana, Ana Lúcia, Kátia e Cecília

Segunda-feira:

Londres tem sempre centenas de exposições temporárias maravilhosas. Mas também vale reservar um tempinho para mergulhar em um pouco de história. Fui ver a mostra das jóias da coroa na Tower Hill, próximo à torre de Londres, e passei pelo Palácio de Buckingham, que estava de portas
abertas em comemoração ao jubileu da rainha Elizabeth. São programas bem turísticos mas valem a pena! Para fechar o dia, a pedida é a Somerset House, um centro cultural às margens do Tâmisa que durante os meses de verão exibe filmes ao ar livre. Vi a exposição do Miles Aldridge que falamos no blog, outra do restaurante El Bulli (inesquecível!) e tive a sorte de assistir à estreia de “About Time”, o novo filme da Rachel McAdams, escrito e dirigido por Richard Curtis, o roteirista de “Quatro Casamentos e Um Funeral” e “Notting Hill”!

photo (1)

Mostra jóias da coroa na Tower Hill

Imagem 4

Somerset House

photo 5

Exposição Miles Aldridge

Terça-feira:

A Tate Modern tem uma das melhores coleções de arte contemporânea do mundo. O museu, que fica na margem sul do Tâmisa, tem sempre exposições maravilhosas. Inicie o dia lá e depois atravesse o rio de barco e vá para a Tate Britain completar o tour! À noite pode começar em Covent Garden e terminar com uma peça no West End. Entre os espetáculos mais disputados do momento estão “Once” (que assisti e amei) e “The Book of Mormom”, um musical engraçadíssimo!  Antes ou depois do teatro, curtir os bares e restaurantes de Covent Garden é uma delícia.

Quarta-feira: a Saatchi Gallery é uma visita imperdível. Ela fica perto da King’s Road, em Chelsea, e tem exposições temporárias incríveis. Vi a do Hugo Boss, que falamos aqui no blog, e a “Paper”, que tem o brasileiro Marcelo Jácome como um dos expositores. Um trabalho maravilhoso! Saindo da Saatchi, vá para a King’s Road e emende o passeio na Liberty, que tem uma bela arquitetura e um mix sofisticado de marcas. Vale passar também pela Carnaby Street e pela Regent Street, para ver a imensa flagship da Burberry. Pertinho dali, em Mayfair, está a New Bond Street com suas lojas sofisticadas. O dia pode terminar na Selfridges e na Oxford Street, com
algumas comprinhas!

Quinta-feira: O acervo de moda do museu Victoria & Albert é incrível e a Suzanne, que dá aula no Marangoni e foi a melhor professora de história da moda que tive na vida, é curadora de lá! Vi a exposição sobre o David Bowie e adorei! Dica: para evitar filas, torne-se membro do museu. Por 64 pounds, você ganha prioridade na entrada e ainda pode levar um convidado, dividindo o valor por 2 pessoas, sai bem em conta! Aproveite para almoçar no museu (tem 3 restaurantes deliciosos)e depois andar pelo Brompton Design District, região que reúne lojas de design e galerias entre South Kensington e Chelsea. O roteiro pode terminar com uma caminhada pelo Hyde Park! Para quem corre, vale colocar um tênis e escolher um dia para dedicar à corrida no parque.

photo 4

Exposição David Bowie

Sexta-feira: Comece o dia em Shoreditch, na Whitechapel, uma galeria de arte incrível, que também fica perto do Istituto. Depois atravesse a Tower Bridge e vá direto ao Borough Market, o mercado de comida mais incrível de Londres, frequentado por vários chefs. Foi lá que encontrei a melhor granola do mundo, feita só com ingredientes naturais e sem glúten. Durante a semana, o Borough é perfeito para um happy hour, já que quem trabalha na City londrina costuma terminar o dia lá. A dica quente é o BOB Lobster, uma Kombi que vende 4 tipos de pratos de lagosta acompanhadas de taças de champagne!

photo 3

Borough Market

Kombi 1

BOB Lobster

A parte sul do Tâmisa é ótima também para uma corrida ou caminhada (andar de bicicleta é proibido em vários trechos, então não vale a pena). Passe pela Tate Modern, cinemas, pistas de skate, a London Eye e termine em frente à Westminster Abbey, com um belo panorama da cidade. Me senti uma autêntica londrina, depois de completar um percurso de 7km!

Sábado: Não dá pra voltar de Londres sem passear por Notting Hill e pelo famoso Portobello Market, que é realizado todos os sabados. Objetos vintage e
antiguidades lindas! Tem sempre achados preciosos entre os expositores! Neste dia vá comer um brunch no restaurante de orgânicos Daylesford (imperdível!)

Falando em Restaurantes…Aí é que eu me perco! ♥

A quantidade de chefs renomados e as opções gastronômicas de Londres são impressionantes! Aqui vai uma lista caprichada dos lugares que super recomendo:

Busaba, pertinho da Selfridges, (tem outras localizações também), serve uma deliciosa comida tailandesa, além de ter uma arquitetura super moderna. Muito bom e um preço inacreditável. Ótimo para a hora do almoço ou para um jantar casual com amigos, já que as mesas são comunitárias.

Hakkasan: comida thai maravilhosa e um ambiente super sofisticado. Bom para ir à noite (não esqueça de fazer reserva). É caro, mas espetacular.

Aqua: almocei lá com Matthew Zorpas. São 3 lugares no mesmo espaço: o Aqua Kyoto, um restaurante japonês/oriental, o Aqua Nueva, um bar de tapas, e o Aqua Spirit, um bar que tem uma vista incrível!

Imagem 5

Sushi Samba: culinária brasileira, japonesa e peruana no topo da Heron Tower. A vista de 360 graus da cidade é indescritível, assim como os pratos! Ótimo para um almoço, jantar ou happy hour.

Imagem 6

Balthazar: o famoso restaurante nova-iorquino abriu já poucos meses sua filial em Londres. Fica em Covent Garden e você pode ir lá antes ou depois do teatro. Tão bom quanto o de Nova York.

Soho Sky Terrace: pertinho da Oxford Circus, ideal para um drinque após um dia de compras! Fica ao ar livre, no topo do Courtroom Hotel.

Zuma: ótimo japonês contemporâneo com drinques deliciosos e uma carta imperdível de saquês!

La Bodega Negra: bar e restaurante mexicano super cool.

Novikov: bem sofisticado, com opções de gastronomia asiática e italiana.

Maze: um dos restaurantes
do chef Gordon Ramsay. Fica em Mayfair e serve um mix da culinária asiática e francesa.

Moshi Moshi: um japonês charmoso e delicioso na Liverpool Street Station. Fica bem dentro da estação.

Kazbah Bazaar: fica em Shoreditch. Quem é fã de comida árabe não pode perder!

Lobster & Burger: são várias localizações e como o próprio nome já diz você come lagosta ou hambúrguer! São três opções de pratos por 22 pounds, divertidíssimo!

Jamie’s Italian: o restaurante italiano do famoso chef fica em Covent Garden e é super disputado. Bom e barato.

– Pubs: sentar em um pub é sempre uma ótima experiência e você acaba fazendo amigos ingleses. Na Christopher St., perto do Istituto, tem alguns bem tradicionais. Só não esqueça que eles fecham cedo, então se programe antes de ir!