360 Views |  1

Highlights: semanas de moda | Londres, Milão e Paris

Chega ao fim mais uma temporada das semanas de moda. E nessa maratona de desfiles da estação primavera/verão 2018, escolhemos alguns highlights para compartilhar com vocês aqui no blog. Começando por Londres, a Emporio Armani de Giogio se inspirou nos anos 80 e mostrou muito candy colour e transparência em um ar esportivo. A grande Burberry mostrou uma coleção com foco na geração millennial, com acessórios oversized e o clássico tartan aparecendo em luvas e bonés… a grande novidade que deixou muitos brasileiros entusiasmados foi que logo após o desfile as peças já estavam à venda aqui no Brasil.

Highlights do desfile da Emporio Armani

Destaques do desfile da Emporio Armani

Outra marca que aderiu ao movimento ready-to-wear foi a Ralph & Russo com um desfile cheio de branco, lavanda azul e metalizados na cartela de cores, a label se inspirou no lifestyle da mulher contemporânea e surpreendeu com um estúdio fotográfico com shooting ao vivo para apresentar essa nova coleção. Enquanto Mary Katrantzou olhou para o passado e buscou na sua infância inspirações para looks volumosos feitos em náilon, uma referência dos balões de festas e barracas de acampamento, e acessórios lúdicos.

Seguindo com a temporada, Milão onde nasceu o Istituto Marangoni, surpreendeu com as grandes marcas como Dolce&Gabbana, lembrando que Domenico foi ex-aluno do Istituto. A grife escalou um grupo de jovens influenciadores para um desfile secreto e no desfile oficial mostrou os corselets em preto e renda, que os consagrou, contrastando com padronagens e acessórios super coloridas. Já a Versace foi um dos grandes destaques com a homenagem aos 20 anos da morte de Gianni. Donatella trouxe para a passarela as supermodelos que Versace lançou e foram ícones dos anos 90, como Cindy Crawford, Naomi Campbell e Carla Bruni. O desfile trouxe muitas cores em “colour block” e estampas inspiradas em Gianni.

Highlights do desfile da Dolce&Gabbana

Destaques do desfile da Dolce&Gabbana

Outros dois destaques foram Missoni e Gucci, a primeira já conhecida pelas padronagens veio com muita leveza e com um ar boho multicolorido. Já a Gucci continua sua viagem nas diferentes épocas e trouxe a atitude “Seventies”, que tem encantado o mundo, com ombros bem marcados e com diferentes monogramas repletos de sobreposições e brilhos. E para finalizar a temporada de Milão, Marni veio com bastante volume, sobreposições e patchwork de florais e xadrezes enquanto a Prada apostou em uma releitura artística de animal prints e veio com uma forte inspiração nos cartoons e pop art.

E para fechar: Paris! A Chanel de Lagerfeld e um cenário incrível com cascatas artificiais de 30 metros no Grand Palais, em uma coleção water-proof onde o plástico transparente foi o grande protagonista, tendência que já vimos em outros desfiles e no qual apostamos. A Miu Miu e os looks excêntricos, com fortes contrastes de cores e padronagens seguindo a linha de Miuccia na Prada. A Moncler explorou a feminilidade com um toque de patriotismo na paleta de cores da bandeira francesa onde o balé foi o tema do desfile, misturando hip-hop ao clássico com uma companhia de bailarinas Hiple que encantaram com o “en pointe” na passarela. Sem dúvidas foi uma temporada incrível, cheia de momentos e tendências que vamos continuar vendo por muito tempo!